MACHU   .  PICCHU

6 DICAS PARA QUEM PRETENDE CONHECER A MELHOR ATRAÇÃO TURÍSTICA DO MUNDO

Ganhador do prêmio de melhor atração turística do mundo no World Travel Awards 2017, é muito mais que uma atração, é um conjunto de emoções sobre quem somos, de onde viemos, e mais uma tentativa de responder tantos porquês que assolam a humanidade. O Machu Picchu, ou a cidade perdida dos Incas, é um lugar fantástico no topo das montanhas, a 2400m de altitude (menos que a cidade de Cusco, com mais de 3600m de altitude), e a beleza daquele lugar não é só histórica. As montanhas que cercam a cidade perdida formam uma paisagem inesquecível.

 

Reconhecido como patrimônio mundial pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), já esteve sob ameaça de perder o título, e agora sob novas normas impostas pela organização, atraí milhares de turistas, por dia.

Abaixo algumas dicas para quem deseja ir ao Peru, a região montanhosa de Cusco e visitar esse fascinante monumento histórico.

1. PREPARE-SE PARA ESSA VIAGEM: O QUE LEVAR, QUANDO IR,

O QUE FAZER ANTES

Não é uma viagem fácil. É preciso disposição e um pouco de espírito de aventura para apreciar com prazer o Machu Picchu. Você vai andar bastante, subir escadas de pedras, molhar-se nos chuviscos sempre constantes, ver muita pobreza e também nela mesma muita dignidade, força cultural e tradição.

 

É importante separar uma mochila. Seja um feliz mochileiro, todos lá são. Há muitas mochilas para vender nas lojinhas de Cusco, inclusive há mais de uma loja da marca The North Face na pequena cidade. 

Não esqueça do protetor solar e repelente. Você pode precisar, principalmente se sua viagem for em épocas quentes. 

Prepare-se espiritualmente para se deparar com uma cultura secular e que tenta preservar suas tradições. Respeito às diferenças e não fazer comparações é uma estratégia que sempre adoto em qualquer viagem.

2. SEPARE PELO MENOS DOIS DIAS E HOSPEDE-SE NO PUEBLO MACHU PICCHU EM AGUAS CALIENTES

a cidade é muito pequena, um verdadeiro pueblo (povoado). Mas devido aos horários de chegada e saída do trem e a quantidade de horas mínimas necessárias para conhecer o parque, é bem mais interessante que você hospede-se no pueblo. Há muitos hotéis, a maioria hostals e também muito simples, com o suficiente para uma noite de sono. 

 

Uma boa programação é chegar a cidade, hospedar-se, e no outro dia, no primeiro  horário do parque fazer a visitação. 

O primeiro horário é de 6:00 a 12:00h. Os guias fazem o principal percurso em 2h parando para explicações.

 

Eu fiz o passeio num total de 5 horas, contando 30min para subir de ônibus e 30min para descer. As 4 h dentro do parque passaram muito rápido e nem percebemos.

A dica de hotel é o EL MAPI - um excelente ambiente, com um bar, restaurante, é um dos mais completos referindo-se a hotel, a maioria são hostels, e hotéis 2 ou 3 estrelas.

3. ATENÇÃO AOS HORÁRIOS DO TREM - PRINCIPALMENTE NA VOLTA

após decidir qual tipo de trem, preste atenção aos horários de chegada e saída, pois você deve ter tempo para sair do parque, descer mais 30min de ônibus e chegar no povoado onde esta a estação. Se decidir fazer a visita no primeiro horário, separe tempo suficiente para descer, quem sabe fazer um lanche ou até mesmo almoçar e depois seguir de trem.

 

Na estação de Olantaytambo há dois cafés com boas opções de salgadinhos, sanduíches, cafés e refrigerantes.

 

Lembre-se que o trem serve um pequeno lanche, com sucos e água.

4. CONTRATE UM GUIA NO LOCAL

é bem importante contratar um guia no local. Um guia fará um dos percursos entre vários que existem e te mostrará os melhores lugares para parar e observar as ruínas do Machu Picchu. Também o ajudará a caminhar nos locais mais perigosos. Custa em torno de $20, (vinte soles por pessoa).

 

Na entrada do parque há muitos guias profissionais oferecendo seus serviços, para que ingresse num dos grupos já formados ou para que faça o passeio privado. 

O nosso grupo, do guia Miguel foi em espanhol, mas há vários em português.

MACHU    PICCHU

5. NÃO HÁ BANHEIRO

para uma programação de mais de 4 horas de caminhada com subidas e descidas, é importante saber que não há banheiros dentro do Machu Picchu. A partir do momento que você entra no parque não pode mais sair para ir ao banheiro, nem mesmo há qualquer venda de produtos dentro. Assim, você tem que se organizar para não precisar ir ao banheiro ou comprar qualquer coisa durante esse tempo. Do lado de fora (entrada ou saída) há um quiosque que vende água e snacks.

6. LEVE SEU PASSAPORTE

Os valores das atrações turísticas no Peru, inclusive dos transportes, é diferente para estrangeiros. Na compra do trem, bem como do ônibus para subir até a cidade perdida (se esta for sua opção) vai ser pedido o seu passaporte. 

​É também importante levar seu passaporte caso você deseje carimba-lo. Faz algum tempo que na saída do Machu Picchu é disponibillizado um carimbo (num quiosque a esquerda) para que você mesmo carimbe seu passaporte com o símbolo da atração. Vale a pena!!!

Mais sobre o Machu Picchu no wikipedia: https://pt.wikipedia.org/wiki/Machu_Picchu

  • Facebook
  • Pinterest
  • Instagram
booking com.png
Imagem1.jpg