top of page
  • Foto do escritor@paespelomundo

PaesPeloMundo no Travel Box Brazil apresenta Fazenda centenária com o autêntico café colonial no interior de Goiás

Matuta de Galinha, pamonha assada, broa de fuba e outras iguarias fazem parte do café da Fazenda Babilônia, em Pirenópolis - Goiás. Em mais um episódio PaesPeloMundo Viagem & gastronomia, exibido nesta quarta feira, 27 de março/24, no canal Travel Box Brazil, as belezas da Rota dos Pireneus.


Na Fazenda Babilônia, Dona Telma recebe turistas para um belíssimo e autêntico café da manhã da roças, repleto de iguarias que levam o nome da história do país.


Os primórdios da Fazenda Babilônia remetem a decadência de um período sombrio da história brasileira, a escravidão de pessoas. Em meados do século XIX, a família da nossa anfitriã adquire a propriedade que passa a fazer parte das rotinas da família, de muitos encontros e muita comida.


Do antigo Engenho de São Joaquim, ficaram as memórias e as histórias registradas em muitos equipamentos do trabalho agrícola e também na culinária, como o bolo da Senzala.


Em nossa estada na Fazenda, em especial para provar o café da manhã, fomos recebidos com todo o carinho de quem esta recebendo sua própria família pela Dona Telma e sua equipe de cozinheiras.


Matula dose galinha embalada na palha num prato fundo
Matula de Galinha

O café é servido em estilo colonial, tudo sendo colocado à mesa, num grande galpão aberto com vista para o jardim, onde os fogões encontram as mesas de até 7 metros.


Logo, Dona Telma nos conta sobre as carnes, do porco recém abatido, os bolos - a seu ver - de simples receitas, as quais faz questão de dividir num longo e agradável bate papo.


Além claro, das histórias das pessoas que passaram por lá, como o arquiteto e urbanista francês radicado no Brasil, Lúcio Costa, idealizador do plano diretor de Brasília. Lúcio Costa, vendo a importância histórica do lugar, incentiva que seja tombado pelo patrimônio histórico, o que de fato foi feito.



Na capela dentro da Casa grande, a de imagem de Nossa Senhora da Conceição, produzida pelo escultor José Joaquim da Veiga Vale, a maior referência da arte sacra goiana.


Ficaríamos horas naquela mesa, conversando, provando os quitutes coloniais. É, de fato, uma experiência para quem gosta do slow travel, para quem procura conexão com a natureza, com as histórias dos lugares, com as pessoas.


Foi encantador.



___

O café custa R$120,00 por pessoa. Incluso sucos. Há bebidas e outros produtos à venda na loja que fica anexo ao café.


mais sobre a Fazenda Babilônia em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Fazenda_Babil%C3%B4nia


_____


Mais fotos da Fazenda Babilônia:




Yorumlar


bottom of page