top of page
  • Foto do escritor@paespelomundo

Porto de Galinhas

Novos atrativos turísticos movimentam o litoral sul de Pernambuco


Quem procura por praias com águas cristalinas, um lugar pra relaxar que tenha clima quente o ano inteiro, logo lembra das praias do nordeste.


Fomos até a cidade de Ipojuca, litoral sul de Pernambuco, para conhecer os novos atrativos turísticos da cidade. Abaixo segue um roteiro do que fazer na cidade e um review da pousada onde ficamos:


POR ONDE CHEGAR


O aeroporto mais próximo de Ipojuca é o internacional do Recife. São em torno de 53min por uma estrada dupla e com pedágios.


Outra possibilidade é quem vem de carro por Maceió. São em torno de 3h de carro.


Essa opção é válida se no seu roteiro foi incluir outras praias como a de Milagres, Japaratinga e Maragogi em Alagoas.


De Maragogi - que fica na divisa entre os estados de Alagoas e Pernambuco - para porto de Galinhas são em torno de 1h.


Todas essas estradas são cheias de curvas, e mão única. Exceto o trecho com pedágio a partir de Recife.




VALE A PENA SE HOSPEDAR


Sim, sim, e sim. Muitas praias interessantes do nordeste acabam sendo confundidas como apenas um passeio. Mas Porto de Galinhas, Muro Alto, Maracaípe (que são praias de Ipojuca) são um excelente destino com hotéis, resorts, pousadas charmosas. São mais de 250 opções!


Desta vez fiquei na Pousada Quatro Estações (@pousadquatroestações) e adorei o lugar. Localização perfeita: próximo a principal praia da cidade, e também ao movimento de bares e restaurantes a noite. E ao mesmo tempo silencioso e aconchegante. Super recomendo!


Sem falar no café da manhã de frente para a piscina da pousada. Delicioso, diversificado e com um atendimento acolhedor. Tudo é feito com carinho e delicadeza.


Claro que pedi minha sobremesa predileta: cartola sem açúcar. Além de iogurte natural com granola.


Dica: Tem quarto triplo!


O QUE FAZER DURANTE O DIA



As piscinas naturais de Porto de Galinhas estão bem próximo ao litoral. Você pode ir andando ou fazer um passeio de jangada para aproveitar o visual. Olha só a foto que fizemos do drone!! espetacular!


Uma outra opção (e novidade!) são as piscinas naturais do Pontal de Maracaípe. Praia que fica ao lado de Porto de Galinhas e conserva um ar mais bucólico e reservado. O passeio de jangada te leva até os corais onde existem verdadeiros aquários. Um visual impressionante.


Você vai encontrar diversos ouriços (foto) e a principal dica é: leve chinelos para poder caminhar sobre os corais.


É um dos programas imperdíveis na cidade.



Outra atração é o Farol do Porto, um mirante com uma vista linda da praia, corais e que fica dentro do Restaurante Munganga.


Vale um passeio pelas lojas de souveniers, moda e quem sabe até um açaí pelo calçadão onde tem a famosa Rua das Sombrinhas.


Se você procura uma imersão cultural que tal incluir no seu roteiro um por do sol diferente?


Fomos conhecer uma das mais novas atrações turísticas da cidade (ainda em fase de formatação): o Por do Sol Baobá.


Essa árvore típica da savana africana, trazida ao Brasil pelos sacerdotes africanos, está localizada num ponto alto da cidade, de frente para um por do sol diferente. Mais que contemplar, essa é uma experiência de reverência religiosa aos povos africanos e sua chegada ao Brasil.


Muito se fala sobre a origem do nome Porto de Galinhas que faz referência as pessoas trazidas da África - principalmente da Angola - para serem escravizadas por aqui. Ao chegarem no Porto Rico, antigo nome da região, trazidas escondidas em gaiolas de galinhas, anunciavam a chegada como "tem galinha no porto".


A título de informação GALINHAS é uma ilha pertencente ao Arquipélago dos Bijagós, Guiné-Bissau. E os primeiros povos escravizados eram da Região de Guiné. Por aqui, a vinda de mais gente de qualquer parte da África era simplesmente generalizada como vindo de Guiné. Daí para chamar de Galinhas os africanos trazidos ao Porto Rico como mercadoria traficada (ou seja: de forma ilegal) foi uma questão de malícia para esconder aquele comércio já ilegal naquela região.


Embora tenha esse passado, a Porto de Galinhas de Hoje tem muito mais a ver com a mudança desde a década de 60 que houve na cidade, quando se tornou principal destino de veraneio da burguesia pernambucana.


E desde então Porto de Galinhas, Muro Alto, Cupé, Maracaípe, Sirinhaém tem se tornado um dos destinos preferidos dos brasileiros e estrangeiros que vão ao Recife, inclusive ganhando vários prêmios.


Além disso, o trabalho de artistas como Gilberto Carcará, dão a verdadeira dimensão do que é Porto hoje. Um lugar alegre, colorido, cheio de sabor e de receptividade.




Carcará é o autor das "Galinhas" feitas com tronco de coqueiros e que homenageiam personalidades marcantes do nordeste, Brasil e mundo, como a que fez em homenagem a trabalhadora Cortadora de Cana de Açúcar, na sua opinião, uma das mais marcantes.



E com toda generosidade de um artista de sua magnitude, Carcará abre as portas de seu Ateliê para que viajantes possam conhecer um pouco do seu processo criativo que envolve discussão sobre sustentabilidade, além da história turística daquela cidade que o acolheu.


À NOITE


Hospede-se numa das diversas pousadas charmosas da região. Aproveite para jantar num dos diversos restaurantes da Rua Beijupirá, ou quem sabe uma tapioca, pizza nordestina, milho cozido entre artesanatos e souveniers.



UMA CIDADE GASTRONÔMICA


Além de todas as delícias em diversas opções pelos calçadões de Porto de Galinhas, fomos conhecer dois restaurantes que fazem história na cidade.


O primeiro foi o Munganga Bistrô, onde provamos camarão na moranga com toques de frutas e arroz com brocólis. Delicioso. E com um visual lindo da praia.


E o segundo foi o Quintal do Joca, que é uma verdadeira experiência gastronômica. A cozinha autoral da Chef Carol Cunha e o lugar aconchegante nos leva ao imaginário rural retratado na culinária pelas referencias mineira, italiana e pernambucana.













OUTRAS OPÇÕES DE HOSPEDAGEM














Comments


bottom of page