top of page
  • Foto do escritor@paespelomundo

Peru leva mais uma vez prêmio de melhor destino gastronômico da América do Sul

Não deu para o Brasil. Embora a Embratur tenha se esforçado numa campanha para levar pela primeira vez o nome do Brasil como melhor destino gastronômico, o Peru leva o prêmio. Essa é a 11ª vez que o país recebe a premiação nos últimos 13 anos.

Casal segura troféu
Promperu foto: divulgação

O Brasil infelizmente nunca ganhou esse prêmio. Em 2017 a Argentina e em 2020 a Colômbia saíram na frente.


Não é preciso relembrar todo o nosso potencial e capacidade de sermos várias vezes campeões como Destino Gastronômico no mundo. O que acontece com a gastronomia brasileira? Por que ainda não nos viram?


Há pouco tempo atrás ninguém sabia o que era quinoa, ceviche, patacones… a campanha que o Peru faz pelo mundo, levando seus ingredientes, seus sabores únicos, seus chefes de cozinha tem surtido efeito. Prova está aí: o melhor destino gastronômico da América do Sul, de novo.


Casal segura vários troféus
Promperu foto: divulgação

Ninguém pode escolher, votar naquilo que não conhece. Quanto mais o turismo e gastronomia se aproximarem melhor será nossa entrada nos melhores do mundo.


É preciso promoção turistica por meio da gastronomia. É preciso levarmos o nome de nossos chefs de cozinha, nossos insumos, nossas receitas não como uma competição de vaidades de quem leva algo mais diferente, algo mais secreto e exótico.


É preciso políticas públicas que elevem ingredientes e receitas ao patamar de patrimônio nacional e que o mundo conheça isso. Temos a macaxeira, os queijos, a cachaça, o churrasco, a feijoada. Não precisamos inventar pratos típicos que nem mesmo os brasileiros conhecem.


Thiago Paes no Peru
Em Cusco, Peru. Foto: acervo

É uma pena que o turismo gastronômico no Brasil ainda seja esteriotipado como algo menor, marginalizado, distante. Há muito trabalho a ser feito e o primeiro passo é reconhecer que podemos ser mais.


Que venha 2025 e espero voltar aqui com esse prêmio em mãos. A culinária brasileira merece esse destaque.


Prato de ceviche peruano
Ceviche servido com batas e milho. Foto: Thiago Paes @paespelomundo

Bravo Peru! Entre ceviches e patacones, entre lomitos saltados e leche de tigre, terra da minha sogra que final da tarde sempre fazia chipas com café, onde a gastronomia Inca é reverenciada, cultuadas e consumida por nativos. Terra do Machu Picchu, um dos lugares mais incríveis que já conheci na vida. Vale cada segundo uma viagem por este país gastronômico, cultural, mágico. Um exemplo para meu imenso e pequeno Brasil.



Comments


bottom of page